“E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados” (Mt 10.30).

Que promessa preciosa temos aqui! Tudo o que diz respeito a você, até mesmo o número dos cabelos de sua cabeça, tudo Deus conhece! Nada acontece por acaso ou por acidente. Nada escapa a Sua inspeção. A folha que cai na floresta, o inseto que esvoaça, o agitar das asas dos anjos, a destruição de um povo: tudo Ele conhece por igual! O homem fala de coisas grandes e de coisas pequenas, mas Deus desconhece essa diferença.

Como é confortante pensar nesse terno cuidado com referência a Seu próprio povo, o povo da aliança: Ele é quem distribui todas as alegrias e todas as tristezas de Seu povo! Todo doce, e todo amargo, é Ele quem ordena. Até mesmo “noites longas e enfadonhas” são “ordenadas” por Ele. Nenhum sofrimento meu, nenhuma lágrima que derramo, nada acontece que Lhe seja desconhecido. Aquilo que comumente chamamos de “negras nuvens” são as ordens da invariável fidelidade Dele. O homem pode errar, seus caminhos são constantemente tortuosos; mas “o caminho de Deus é perfeito” (2Sm 22.31; Sl 18.30)!

Ele recolhe em Seu odre as minhas lágrimas. Em todo momento, Seus braços eternos me sustentam e me rodeiam. Ele cuida de mim “como à menina do olho” (Sl 17.8). Ele me trata como um homem trata o próprio filho (103.13)!

Você está preocupado com o futuro? Há muita coisa incerta e misteriosa aguardando você? Talvez haja até muitos presságios ruins. Confie Nele! Tudo o que lhe diz respeito já está designado. Os perigos serão afastados; labirintos confusos se mostrarão entrelaçados e entremeados de misericórdia. “Os pés dos Seus santos [Deus] guardará” (1Sm 2.9). Nem um cabelo da sua cabeça será tocado.

Às vezes, Ele nos guia por caminhos escuros; às vezes, por caminhos de sofrimento; com freqüência, por caminhos tortuosos e aflitivos, que nós mesmos não teríamos escolhido. Mas Ele sempre nos conduz sabiamente, sempre com ternura. Com todos esses intrincados e sinuosos desvios, com todas as suas asperezas e severidades, o crente não só está em um caminho certo, mas está no caminho certo, o melhor caminho que o amor e a sabedoria do pacto poderiam escolher para ele.

Jeremias Taylor diz: “Não há nada que aquiete a mente no meio da agitação e da turbulência das coisas presentes do que olhar acima delas e olhar além delas. Acima delas, para a firme e amorosa mão que as está regendo; e além delas, para o doce e belo final a que, por essa mão, as circunstâncias serão conduzidas”. Thomas Brooks diz: “O Grande Consolador põe nuvens e escuridão em torno de Si, pedindo que atendamos a Seu chamamento do meio da nuvem, prometendo um eterno e ininterrupto raiar do sol no outro lado”. Nesse “outro lado” haveremos de ver como todo golpe de vento, aparentemente rude, cooperou para conduzir nosso barco para mais perto do céu desejado.

Eu posso muito bem confiar a guarda de minha alma a Jesus, com absoluta certeza de que Ele a guardará segura – Ele é o fiel Criador. Ele deu a Si mesmo por mim. Essa tão grande prova de amor é a garantia da concessão de toda e qualquer outra bênção que seja necessária (Rm 8.32). Oh, que pensamento abençoado: minhas tristezas estão todas contadas pelo Homem de Dores; minhas lágrimas estão todas contadas por Ele, que primeiro derramou Suas lágrimas e, então, Seu sangue por mim! Ele não vai me impor nenhum fardo inútil, e não exigirá nenhum sacrifício desnecessário. Não havia nenhuma gota desnecessária no cálice de Seus próprios sofrimentos, nem haverá no cálice de Seu povo.

“Ainda que Ele me mate, Nele esperarei” (Jó 13.15)!

“Portanto, consolai-vos uns aos outros com essas palavras” (1Ts 4.18).

Salvar

Salvar

Salvar