Gotas de orvalho (87)

Os cristãos primitivos não tinham muitos privilégios e muitas vantagens dos quais nós desfrutamos. Eles não tinham livros impressos. Eles adoravam a Deus em covas, cavernas e câmaras superiores, tinham poucas e simples vestes eclesiásticas, e muitas vezes recebiam a Ceia do Senhor em vasos Continue lendo [...]

A auto-comiseração e a traição a Deus

A auto-comiseração é certamente pecado, mas como podemos levar a Deus o que nosso coração ainda não está convencido de ser pecado? Deus nos mostra por intermédio do profeta Jonas. Há uma jovem aqui nesse café fazendo o que não tenho me permitido fazer há muito tempo. Ela está chorando, Continue lendo [...]

Gotas de orvalho (76)

Se já morremos com Ele, não pode haver nenhuma dificuldade. Nossa face deve estar a todo momento voltada para Jerusalém. Durante toda a vida do Senhor, Ele aprendeu a lição de obediência. Por meio do sofrimento, Ele aprendeu obediência. Assim, também nós deveríamos nos armar com a disposição Continue lendo [...]

Gotas de orvalho (67)

Martinho Lutero disse que há três regras para se entender as Escrituras: orar, meditar e passar por provações. As “provações”, ele disse, são extremamente valiosas: elas “ensinam não apenas a conhecer e entender, mas também a experimentar quão correta, quão verdadeira, quão doce, Continue lendo [...]

Gotas de orvalho (53)

A cruz de Cristo é o lugar de exposição. Ali, como em nenhum outro lugar, é revelado o ódio do homem por Deus e o amor de Deus pelo homem. Na cruz, o pecado é visto em sua pior maneira e o amor é visto em seu mais alto grau. O pecado do homem e o amor de Deus alcançam o auge no Calvário. Continue lendo [...]

Gotas de orvalho (50)

Um pequeno feixe da vontade de Deus está sempre atado a cada hora. (F. W. Faber) Aquele que crê no Senhor não se preocupa com o amanhã, mas labuta alegremente com o coração sereno. (Martinho Lutero) Antes que nosso conhecimento possa ser de muito proveito para outros, Continue lendo [...]

Gotas de Orvalho (33)

Quando nós queremos conhecer a vontade de Deus, há três coisas que sempre precisam estar alinhadas: o impulso interior, a Palavra de Deus e a disposição das circunstâncias. Nunca atue até que essas três coisas estejam em concordância. (F. B. Meyer) É necessário que nos aproximemos de Deus, Continue lendo [...]

Gotas de orvalho (9)

A Bíblia ensina uma revelação dupla e consistente. Assim como os leitores corretamente esperarm que a válida interpretação de Isaías seja consistente com a de Marcos, do mesmo modo eles podem esperar que a acurada interpretação dos fatos da natureza seja consistente com a mensagem de Gênesis Continue lendo [...]