Site icon Campos de Boaz

Gotas de orvalho (188)

1 min leitura

Cedo pela manhã, o orvalho do céu!

A realidade final e o fato último de nossa situação total, à qual precisamos ser ajustados, é Deus. Esta, na verdade, seria a minha definição de Deus: Deus é Aquele a quem temos, por fim, de prestar contas, a realidade final a que temos de enfrentar e a Quem temos, em último caso, de considerar.

(John Baillie)

Você pode conhecer a Deus, mas não compreendê-Lo.

(Richard Baxter)

Tudo o que precisamos é conhecer mais e mais o Senhor Jesus. Tudo vai se tornando pequeno à medida que conhecemos Cristo. Tudo o que se restringe ao tempo e ao espaço se desvanecerá quando virmos Cristo e, em nosso íntimo, haverá algo que nos sustentará através das dificuldades e nos dias maus. Veremos a grandeza de Cristo e a grandeza de nossa salvação Nele “conforme Seu propósito eterno”.

(T. Austin-Sparks)

O Senhor dos Exércitos jurou, dizendo: “Como pensei, assim sucederá, e como determinei, assim se efetuará.” […] Porque o Senhor dos Exércitos o determinou; quem o invalidará? E a Sua mão está estendida; quem, pois, a fará voltar atrás?

(Isaías 14.24,27)

Deus sempre age como Ele mesmo: como Deus! Quando Ele mostra misericórdia, é como o Deus de toda a graça que é rico em misericórdia e ama com um grande amor. Da mesma forma, quando Ele executa ira e vingança, Ele desnuda Seu braço e golpeia como Deus!

(Ralph Venning)

Quanto mais afetados somos por nossa miséria pecaminosa, mais aptos somos para a maravilhosa misericórdia de Cristo.

(Thomas Manton)

Se esperarmos em Deus, não há perigo. Se nos apressarmos, Ele deve nos deixar ver as conseqüências disso.

(John Darby)

Sair da versão mobile