3 min leitura

Cedo pela manhã, o orvalho do céu!

O amor que tenho por Cristo não é senão uma faísca fraca e débil, mas é uma emanação Dele mesmo: Ele a acendeu e a mantém viva; e, porque é obra Sua, tenho certeza de que as muitas águas não poderão apagá-lo.

(John Newton)

Quanto mais vejo de Jesus, mais Ele abre para mim Seu amoroso coração – mais profunda é minha tristeza pelo pecado. Prostro-me no pó a Seus pés mais próxima do que nunca antes. Posso verdadeiramente dizer que me abomino em pó e cinzas diante Dele. Meu coração parece pronto para se enternecer em contrição em vista dos dez mil milhares de pecados, que eu, intencional e exacerbadamente, cometi contra Aquele que me amou com amor eterno e com bondade me atraiu para Si mesmo.

Tão eterno e profundo, tão soberano e sem limites é o amor de Jesus, que os anjos não podem sondá-lo! Ele não é nada além de amor sincero, constante e inabalável pelos mais fracos, os mais indignos de todo o Seu pequenino rebanho.

Oh! Ter um amigo como Jesus, que sente todas as nossas tristezas, carrega todos os nossos fardos e prometeu conduzir-nos em segurança através deste mundo que nos atormenta, e, por fim, nos colocar a Sua direita, onde nem doença nem tristeza jamais chegaram!

Oh, Deus! Nada mais satisfará minha alma ansiosa, a não ser a visão Daquele a quem ela ama.
Jesus é tudo em tudo para mim, e Ele será tudo em tudo pela eternidade!

Louvai ao Senhor, ó minha alma; todo o meu ser louve Seu santo nome!

(Mary Wilson)

Deus tem sabiamente nos mantido no escuro com relação a eventos futuros e reservou para Si o conhecimento deles, a fim de que possa nos treinar com respeito à dependência Dele mesmo e a uma prontidão contínua para cada evento.

(Matthew Henry)

Deus governa tudo! Embora Ele esteja oculto pelo véu das segundas causas para os olhos comuns, de modo que eles percebam apenas os meios, os instrumentos e as contingências pelas quais Ele trabalha e, por isso, pensem que Ele não faz nada, na realidade, Ele faz tudo de acordo com Seu próprio conselho e segundo Seu prazer, nos exércitos do céu e entre os habitantes da terra.

(John Newton)

Tenha cuidado para em sua oração, acima de tudo, não limitar a Deus, não somente pela incredulidade, mas por imaginar que sabe o que Ele pode fazer.

(Andrew Murray)

Fé é descanso, não labuta. É desistir de todos os fracos esforços anteriores para fazer ou sentir algo de bom, a fim de induzir Deus a amar e a perdoar. É a calma recepção da verdade, rejeitada por tanto tempo, de que Deus não está esperando por esses incentivos, mas ama e perdoa por Sua própria boa vontade, e está mostrando essa boa vontade a qualquer pecador que venha a Ele deste modo, rejeitando seus próprios pobres desempenhos ou suas bondades, e confiando implicitamente no livre amor Daquele que amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho unigênito.

(Horácio Bonar)

O cristão deve ser consumido com a infinita beleza da santidade e a infinita condenação do pecado.

(Thomas Carlyle)

Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.