2 min leitura

Cedo de manhã, o orvalho do céu!

A murmuração é, em última instância, sempre contra o Senhor.

(Francisco Genciano Jr.)

O que mais minha alma pode desejar para assegurar sua felicidade? “Eu sou do Senhor” – palavras deliciosas, tão doces quanto a harmonia do céu! Milhares de vezes pode essa declaração encantadora ser feita e, ainda assim, nem todo o seu poder ser sentido, nem todo o seu valor ser compreendido, nem toda a sua glória ser vista!
“Eu sou do Senhor!” Então, saúdo a pobreza com todos as suas labutas, perseguição com todas as suas carrancas, labores com toda a sua arduidade. Então, saúdo a morte que acabará com todos os meus conflitos aqui, e me conduzirá para casa, para Aquele de quem eu sou – que me amou e se entregou por mim!

(William Nicholson)

Se eu pedir para ser libertada da provação, em vez de ser libertado por meio dela, para o louvor de Sua glória; se me esqueço que o caminho da Cruz leva à Cruz e não a um canteiro de flores; se eu regular minha vida por essas linhas, ou até mesmo inconscientemente meu pensamento, de modo que fique surpresa quando o caminho for áspero e achar estranho “Não considere isso estranho, conte tudo como alegria”, então, eu não sei nada do amor do Calvário.

(Amy Carmichael)

Senhor, nada para Ti é ajudar, quer o poderoso quer o de nenhuma força. Ajuda-nos, pois, Senhor, nosso Deus, porque em Ti confiamos e no Teu nome viemos contra esta multidão. Senhor, Tu és nosso Deus; não prevaleça contra Ti o homem.

(2Crônicas 14.11)

Avivamento é tão somente a vida do Senhor Jesus derramada em corações humanos. Jesus é sempre vitorioso. No céu, Ele está sendo louvado perpetuamente por Sua vitória. Qualquer que seja nossa experiência de fracasso e aridez, Ele nunca é derrotado.

(Roy Hession)

Estes são os cristãos mais felizes: os que têm os pensamentos mais baixos de si mesmos e a cujos olhos Jesus é mais glorioso e precioso!

(John Newton)

Deus sempre dá Seu melhor para aqueles que deixam a escolha com Ele.

(Jim Elliot)

Traduzido por Francisco Nunes. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.