1 min leitura

Possivelmente, o único modo de um cristão moderno ser despertado da complacência do cristianismo moderno é ser exposto ao exemplo de cristãos que já se foram.

(David de Bruyn)

[A] obediência a Deus nunca é em vão ou para nossa perda.

(Richard Baxter)

A vida piedosa, a vida espiritual, não se desenvolve sem trabalho árduo.

(John Owen)

Não temos beleza nem bondade que nos faça desejáveis aos olhos do Senhor. A origem de Seu amor por nós está em Seu próprio coração.

(John Flavel)

A fim de perceber o valor da âncora, nós precisamos sentir a veemência da tempestade.

(Corrie ten Boom)

Não deixe que um dia se passe sem algum conforto recebido da boca de Deus.

(John Knox)

É face a face que vamos ver
Quem nos amou e por nós quis morrer.

(Hinário cristão, 127)

Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.