3 min leitura

Guie-se pela Palavra de Deus!

É preciso estarmos atentos quanto à poderosa influência que exercem sobre nós os conselheiros (ou mentores) espirituais, sob pena de, fascinados com a fama de algum líder popular, nos tornarmos ingenuamente condescendentes com superstições infantis ou acabarmos seguindo cegamente algum erro fatal.

Não adquira de homem nenhum a visão que você tem da verdade de Deus; adquira-a da Palavra de Deus. Não estude a Bíblia pelo sistema teológico dele, mas extraia o seu sistema da Bíblia e compare-o cuidadosamente com ela. Não devemos permitir que nosso sistema teológico modele ou seja o intérprete da verdade revelada. Ao contrário, é a Palavra de Deus que deve sugerir e moldar e colorir todos os pensamentos e opiniões e sistemas.

Não devemos acertar o sol por nosso relógio; é o relógio que precisa ser acertado de acordo com o sol. Em outras palavras, não devemos tentar fazer com que a Palavra de Deus se encaixe em nosso credo, mas precisamos testar cada doutrina que sustentamos, cada opinião que ouvimos, cada princípio que afirmamos, a esperança que cultivamos, pelo inerrante padrão da verdade revelada.

Isso dará uma compleição divina e própria a nossos pontos de vista. Se recebermos a luz do sol através de lentes coloridas, a luz haverá de refletir a cor dessas lentes. Dessa mesma forma, se recebermos a luz da Palavra de Deus mediante algum sistema teológico qualquer, forçosamente haverá de refletir o erro e a imperfeição que existirem naquele sistema. E dessa forma poderemos deixar de receber o ensino de Deus de forma pura e simples que Ele flui de Sua Palavra, assim como a luz flui do sol, e como o manancial brota da fonte.

A Bíblia é nossa regra de fé e nosso recurso final. Devemos testar, por meio da lei e do testemunho, toda e qualquer doutrina, e sistema e esperança quanto à eternidade. Não se deixe afastar, então, pelo ensino, pela influência ou mesmo pela alardeada piedade de algum nome conhecido. Não permita a nenhum líder humano o domínio sobre sua mente e sua consciência.

Renda-se mansamente e obedientemente à autoridade e ao ensino de Cristo, recebendo orientação humana somente quando vier com a confirmação de um “Assim diz o Senhor”. Nosso único meio de segurança nessa matéria de infinita importância, como nosso bem-estar futuro, é a pura Palavra de Deus; nosso único lugar seguro: os pés do Salvador. Assentados ali, como Seus humildes discípulos, o Espírito Santo haverá de guiar nossa mente à verdade, a própria “verdade como ela é em Jesus”, assim como ela emana de Jesus, como ela fala sobre Jesus, como ela fortalece nossa fé em Jesus e inspira nosso amor a Ele, e como ela nos prepara para ir até Ele e com Ele permanecer para sempre.


(Traduzido por Hélio Kirchheim e revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria, tradução, revisão e fonte e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.)

Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.