1 min leitura

Aqueles pecados que ficaram durante tanto tempo mais próximos do seu coração devem agora ser pisados sob seus pés. E isso exige coragem e resolução!

O soldado é convocado para uma vida ativa, e assim é com o cristão. A própria natureza da vocação impede uma vida de facilidades. Se você estiver pensando em ser apenas um soldado de verão, considere sua comissão com cuidado e veja se ela é real. Suas ordens espirituais são rigorosas. Como o apóstolo Paulo fala sobre tomar a armadura, sobre o soldado sofrer as aflições como um bom soldado… eu não quero que você seja ignorante quanto a este ponto; portanto, olhe as diretrizes.

Aqueles pecados que ficaram tanto tempo mais próximos do seu coração, que eram ídolos do coração, devem agora ser pisados e esmagados sob seus pés. E que coragem e resolução tudo isso exige! Você acha que Abraão foi testado ao limite quando chamado a tomar Isaque, “o teu único filho… aquele que tu amas” (Gn 22.2), e oferecê-lo com as próprias mãos? Mas o mesmo é dito a você. “Alma, pega a concupiscência, que é o filho querido do coração, teu Isaque, e o pecado do qual tu dependeste a vida toda e do qual tiraste e pretendias ganhar o maior prazer. Coloca as mãos sobre ele e o ofereça… derrama todo o seu sangue diante de Mim; executa e usa a faca sobre o coração dele, e o faz com alegria.”

(Fonte)

Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.