Vida cristã
Lições de um fiel desconhecido

Lições de um fiel desconhecido

“E um homem veio de Baal-Salisa, e trouxe ao homem de Deus pães das primícias.” (2Rs 4.42) Repare a naturalidade com que a conduta desse homem anônimo é apresentada. Ali estava alguém que se compadeceu do servo do Senhor num tempo de necessidade, que pensou nele naquela época de escassez e necessidade e que se...
Temos de conservar os olhos em Cristo

Temos de conservar os olhos em Cristo

Não nos entreguemos ao desânimo, por mais oprimidos ou molestados que estejamos. A pessoa desanimada nada pode fazer. Nesse estado, ela não consegue resistir aos ardis do inimigo nem prevalecer em oração pelos outros. […] No momento em que nosso coração rejeita a desconfiança ou o desânimo, o Espírito Santo desperta em nós a fé...
Cartas de Samuel Rutherford (21)

Cartas de Samuel Rutherford (21)

Para James Lindsay [1] Aberdeen, 7 de setembro de 1637 Orações de réprobos A santificação e a mortificação de nossos desejos são as partes mais difíceis do cristianismo. De certa forma, será tão natural para nós saltarmos quando virmos a Nova Jerusalém quanto rirmos quando nos fazem cócegas. A alegria não está sob um comando,...
Cartas de Samuel Rutherford (20)

Cartas de Samuel Rutherford (20)

Para Hugh M’Kail [1] Aberdeen, 5 de setembro de 1637 A Lei Tu sabes que os homens podem receber seu doce suprimento da amarga Lei com base na graça, e de entre os sentimentos do Mediador. E esse é o caminho mais seguro do pecador, pois há, no Novo Pacto, um leito para os pecadores...
Cartas de Samuel Rutherford (19)

Cartas de Samuel Rutherford (19)

Para os Paroquianos de Anwoth [1] Aberdeen, 13 de julho de 1637 Palavras aos apóstatas Ouvi dizer, e minha alma está entristecida por isso, que desde que me ausentei de vosso meio, muitos dentre vós voltaram-se do bom e velho caminho, novamente para o vômito dos cães. Vou falar a esses homens. Não foi sem...
Cartas de Samuel Rutherford (18)

Cartas de Samuel Rutherford (18)

Para James Hamilton [1] Aberdeen, 7 de julho de 1637 O sobrecarregado devedor de Cristo Quanto a qualquer coisa que eu faça em minhas cadeias, quando vez por outra sai de mim uma palavra – pobre de mim! –, é muito pouco. E fico muito entristecido que alguém pense que possa existir algo neste caniço...
Cartas de Samuel Rutherford (17)

Cartas de Samuel Rutherford (17)

Para Alexander Colville (de Blair) [1] Aberdeen, 23 de junho de 1637 Pesar por estar calado no ministério Graça, misericórdia e paz estejam contigo. Gostaria de saber como meu senhor recebeu a carta que eu lhe enviei, e como ele está. Não desejo nada além de que ele esteja firme e seja honesto com meu...
Cartas de Samuel Rutherford (16)

Cartas de Samuel Rutherford (16)

Para John Henderson (de Rusco) [1] Aberdeen, sem data Avisos práticos Eu sinceramente desejo tua salvação. Conhece o Senhor e busca-O. Tu tens uma alma que não morre. Procura uma morada para tua pobre alma, pois essa casa de barro irá cair. É o céu ou nada! Ou Cristo ou nada! Faz uso da oração...
Cartas de Samuel Rutherford (15)

Cartas de Samuel Rutherford (15)

Para William Gordon, de Kenmure [1] Aberdeen, 1637 Testemunho para Cristo Graça, misericórdia e paz estejam contigo. Há muito tenho desejado responder a tua carta, que chegou em boa hora. É meu alvo e desejo do coração que meu fogo, aceso pelo Senhor, ateie-se também nos que estão por perto para aquecer-lhes o coração com...
Capítulo 8: O significado dos levitas em relação à plenitude celestial

Capítulo 8: O significado dos levitas em relação à plenitude celestial

E ordenaram ao povo, dizendo: Quando virdes a arca da aliança do Senhor, vosso Deus, e que os sacerdotes levitas a levam, partireis vós também do vosso lugar, e a seguireis. (Js 3.3) Em primeiro lugar, vamos tomar este fragmento – “os sacerdotes levitas a levam”, levam a arca –, que é a chave para...
Cartas de Samuel Rutherford (14)

Cartas de Samuel Rutherford (14)

Para Earlston (o Jovem) [1] Aberdeen, 1637 Sofrimentos Que a graça, a misericórdia e a paz estejam contigo. Eu desejo muito ter notícias tuas. Eu ainda permaneço um prisioneiro da esperança, e julgo ser um serviço para o Senhor esperar com calma e submissão, até que a aurora do Senhor rompa e Seu amanhecer de...
Cartas de Samuel Rutherford (13)

Cartas de Samuel Rutherford (13)

Para John Stuart [1] Aberdeen, 1637 Auto-submissão Oh, se minha vontade se calasse como “uma criança desmamada dos seios” (Sl 131.2). Mas, pobre de mim! Quem tem um coração que dará a Cristo a última palavra na prova, e ouvirá e não falará outra vez? Oh! Provas e respostas queixosas, como “eu faço bem ficar...