Gotas de orvalho (90)

Autor: Vários
Gotas de orvalho que alimentam a fé!

A humildade irá salvá-lo da consciência própria. Vai removê-lo da sombra de seu ego e da constante percepção de sua importância própria. Vai salvá-lo da afirmação própria e de confiar em sua própria personalidade em vez de no pensamento e na atenção dos outros. Vai salvá-lo do desejo de se exibir. De ser proeminente, de ocupar o centro das atenções, de ser o objeto das observações e ter os olhos do mundo voltados para você.

(A. B. Simpson)

Cada enfermidade e tristeza manifesta a voz de Deus falando conosco. Cada uma delas tem sua mensagem peculiar. Felizes são os que têm ouvidos e olhos abertos, para ver a mão de Deus e ouvir Sua voz em tudo o que lhes sucede. Neste mundo, nada acontece por acaso.

(J. C. Ryle)

Cristão, que o amor discriminativo de Deus por você seja um motivo para você temê-Lo grandemente. Ele pôs o temor Dele em seu coração, e talvez não tenha concedido essa bênção a seu vizinho, talvez nem a seu marido, a sua esposa, a seu filho ou a seus pais. Oh, que senso de dever esse pensamento deveria trazer a seu coração, para temer grandemente ao Senhor! Lembre-se também de que esse temor do Senhor é o tesouro Dele, uma jóia escolhida, concedida apenas aos favoritos e àqueles que são grandemente amados.

(John Bunyan)

Não faz diferença se Deus envia a fome a sua casa ou se enche seus celeiros de fartura. Ele é bondoso tanto numa situação quanto na outra. A questão é: você é filho Dele? Se é, Ele o repreende afetuosamente e Seu castigo é permeado de amor.

(C. H. Spurgeon)

Jesus estava tão totalmente decidido a salvar os pecadores pelo sacrifício de Si mesmo que criou o madeiro sobre o qual haveria de morrer e nutriu desde a infância os homens que O pregariam no maldito lenho.

(Otávio Winslow)

A vida de fé é aquela da qual Deus provará a verdade de nossa fé, de modo que o mundo veja que Deus possui servos que dependem somente de Sua Palavra.

(Richard Sibbes)

Não existem almas no mundo que sejam tão temerosas em julgar os outros como aquelas que de fato julgam a si mesmas, nem tão cuidadosas em fazer um julgamento justo dos homens ou das coisas como aquelas que são cuidadosas no julgamento de si mesmas.

(Thomas Brooks)

Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.

Uma opinião sobre “Gotas de orvalho (90)

  • 06/03/2017 em 19:06
    Permalink

    Simplesmente maravilhoso, obrigado por compartilhar!!! Que Deus continue o abençoando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *