1 min leitura

“Eu não posso aceitar a afirmação de que a igreja é uma instituição social no seu sentido. A igreja para mim consiste de pessoas que são verdadeiramente cristãs. Agora, você diz, qual a relevância disso para as condições sociais e para os seus problemas? Bem, eu diria que isso é assunto para cristãos individualmente desempenhar seus papéis na sociedade. E de fato, historicamente isso é o que é mais interessante. A igreja teve grande influência na sociedade em condições sociais quando ela foi mais evangélica. […] Eu estava na Escócia comemorando o aniversário de 400 anos da morte de John Knox. Se você ler as condições da Escócia antes de Knox, e ele era carregado com essa intolerância e todas as coisas que você está me dizendo, mas aquele homem mudou a vida de toda a Escócia! Ele introduziu um sistema de educação, ele a mudou moralmente, politicamente e em todos os aspectos. Os puritanos fizeram isso nesse país. Cromwell, não esqueça, era um cristão evangélico! Então você vem ao século XVIII, você tem o avivamento evangélico e os Whitefield e os Wesley. Aquilo fez mais para promover condições sociais nesse país do que todas as intromissões eclesiásticas na política.”

(Martin Lloyd Jones)

Assista ao vídeo com a entrevista completa e conheça um pouco mais deste servo de Deus do passado, cujo legado ainda nos fala.

Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.