2 min leitura

Para Robert Gordon (o Jovem) [1]

Aberdeen (sem data)

Razões para ser zeloso a respeito da alma

Eu te exorto, pelas entranhas de Cristo: começa a trabalhar por tua alma. E que estas coisas pesem em ti, e que tu as consideres seriamente.

  1. Choro e ranger de dentes nas trevas absolutas, ou o gozo do céu.
  2. Pensa no que darias por uma hora, quando jazeres deitado naquela dia morto, frio, de escuridão.
  3. Ainda há areia em tua ampulheta, e teu Sol ainda não se pôs.
  4. Considera tu quanta alegria e paz há no culto a Cristo.
  5. Pensa na vantagem de teres os anjos, o mundo, a vida e a morte, cruzes, sim, e demônios, tudo para ti, como ajudantes e servos do Rei para realizarem o que diz respeito a ti.
  6. Teres misericórdia sobre tua semente e uma bênção sobre tua casa.
  7. Teres verdadeira honra e um nome na terra que exala um doce aroma.
  8. Como te regozijarás quando Cristo deitar tua cabeça sob o Seu queixo e em Seu peito, e secar teu rosto, e introduzir-te na glória e na alegria.
  9. Imagina que dor e que tortura é ter uma consciência culpada; que escravidão é levar as cargas desonestas do diabo.
  10. A alegria do pecado não passa de sonhos, pensamentos, vapores, imaginações e sombras.
  11. Que dignidade é seres filho de Deus.
  12. Domínio e comando sobre as tentações, sobre o mundo e o pecado.
  13. Que teus inimigos sejam a cauda, e tu, a cabeça.

 

Para teus filhos que estão agora em descanso (dirijo-me a ti e a tua mulher, e faze-a ler esta carta):

  1. Eu sou uma testemunha da glória de Barbara no céu.
  2. Quanto ao mais, escrevo com a certeza de que chegarão dias na Escócia quando ventres estéreis, e peitos secos e pais sem filhos serão chamados bem-aventurados. Estarão no abrigo do porto, antes que chegue a tempestade.
  3. Não estão perdidos para ti os que estão nos tesouros de Cristo, no céu.
  4. Na ressurreição, tu os encontrarás; para lá eles foram enviados antes, mas não estão perdidos.
  5. Teu Senhor te ama, que é humilde para receber e dar, para emprestar e tomar emprestado.
  6. Não deixes que crianças sejam teus ídolos, pois Deus terá ciúme e tirará o ídolo, porque Ele é ávido por teu amor total.

[1] John Gordon (o Jovem). Pouco se sabe sobre o Jovem de Cardoness, exceto que participou da Guerra Civil na Inglaterra. Deduzimos, pelas Cartas, que a natureza humana era forte, tanto no pai quanto no filho.

(Para ler todos os artigos dessa série, clique aqui.)

Traduzido por Luiz Alcântara de The letters of Samuel Rutherford (1600–1661), p. 9. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.