Encontrar o Noivo envolve a preparação para o casamento, e essa preparação é manifesta em termos bastante descritivos no conselho de Noemi a Rute: “Lava-te, pois, unge-te e veste os teus melhores vestidos” (Rt 3.3). Lembramos que Rebeca, em sua viagem com Eliezer para a casa de Isaque, ao vê-lo se aproximar, desceu do camelo e pôs o véu sobre si. Apocalipse 19.7,8 fala da preparação para o encontro com o Noivo, e Mateus 22.11-14 fala do que acontece aos salvos que não estão preparados para o casamento.

Tomemos o conselho de Noemi e Rute e consideremos mais detalhadamente suas palavras.

(1) Rute deve se lavar

Esse tipo é tirado do uso do lavatório de bronze usado pelos sacerdotes se purificarem da sujeira acumulada nas mãos e nos pés, após oferecerem o sacrifício para expiação sobre o altar de bronze. O modo de purificação no Novo Testamento é a lavagem da água pela Palavra, que é claramente expresso em 1João 1.9: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”. O ato de Rute lavar-se tipifica o cristão se purificando dos pecados não perdoados. E, visto que nós, cristãos, prevemos a vinda próxima do Noivo, a primeira coisa que devemos fazer é nos purificar de todo pecado e injustiça conhecidos. Isso é feito pela confissão de nossos pecados.

(2) Em segundo lugar, Rute, após se lavar, deve se ungir

Essa unção era feita com óleo, símbolo do Espírito Santo. Não é suficiente lavar-nos. Devemos ser ungidos com óleos perfumados, como complemento na preparação para o encontro com o Noivo. Nós, que somos cristãos, precisamos não apenas da habitação do Espírito Santo (que temos desde a ocasião em que fomos salvos), mas precisamos de um derramamento especial do Espírito de Deus para serviço e poder. Isso nós recebemos depois que nos lavamos. O Espírito Santo é dado em poder àqueles que obedecem ao Senhor. Tal indivíduo já recebeu o Espírito de habitação quando creu (Jo 7.37-39). Essa unção sobre parte dos cristãos é tipificada pelos vasos extras que as virgens prudentes levaram e que as néscias negligenciaram (Mt 25.1-13).

(3) Em terceiro lugar, após se lavar e se ungir, Rute deve se vestir

Isto é, colocar o vestido de casamento. Consultando novamente Apocalipse 19.7,8 e também Mateus 22.1-14, entendemos que a veste nupcial é feita das boas obras, dos atos de justiça resultantes de uma vida de obediência. Existem cristãos hoje aguardando, esperando e ansiando pela vinda do Senhor, mas, por causa da ignorância sobre esse assunto, ainda não se lavaram, não se ungiram e não prepararam sua veste nupcial.

Talvez a necessidade mais premente dos cristãos hoje seja a preparação para a vinda do Noivo por meio de lavarem-se, ungirem-se e colocarem a veste nupcial.

__

Leia também o artigo Quem é a Noiva de Cristo?

Fonte: extinta revista A Palavra Profética nº 4 – A Noiva de Cristo – 1989. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob direção de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.