“Eu sou o pão da vida”, declara o Senhor. Ele dirigiu essas palavras às pessoas que O procuravam em Cafarnaum. Essas pessoas esperavam que Ele as alimentasse com pão, e por isso lhes disse: “Eu sou o pão da vida”. Ele é o que concede o pão da vida, e Ele mesmo é esse pão. O Dom e o Doador são um só. Graças a Deus, Cristo é o dom de Deus e também o Senhor que concede o dom.

Qual é o significado de pão na Bíblia? Significa satisfação, uma vez que as Escrituras empregam a fome para representar a insatisfação do homem. O pão é o elemento necessário para saciar a insatisfação humana. Se os filhos de Deus serão capazes de finalizar a carreira que está diante deles ou não, depende, em grande medida, de sua satisfação interior. Se nos sentirmos satisfeitos hoje, teremos forças para enfrentar o dia. Mas, se estivermos interiormente vazios, como um pneu furado, não seremos capazes de atravessar o dia. Embora indubitavelmente não tenhamos forças, não podemos concluir que não há vida. O ponto principal é a satisfação, aquela inexplicável sensação de satisfação que nos capacita a prosseguir e concluir a carreira.

Vejamos, agora, o que o pão é para os filhos de Deus. “Eu sou o pão da vida”. O Senhor Jesus é aquele que dá vida, bem como aquele que sustenta a vida. Muitos cristãos pensam em alimento espiritual simplesmente em termos de um tempo de oração ou de leitura da Bíblia; eles desconhecem que seu alimento é o próprio Senhor Jesus. Não estamos dizendo que não haja valor em orar ou em ler a Bíblia. Mas lembremos que o Senhor disse que Ele é o “pão da vida”, e isso significa que o pão da vida não é nada além do próprio Senhor. Freqüentemente os filhos de Deus encontram-se insatisfeitos por não conhecerem a Cristo como o pão da vida.

(Watchman Nee, em Cristo, A Essência de Tudo o que é Espiritual)

Não viva insatisfeito, não termine esse dia insatisfeito. Experimente Jesus como pão vivo que desceu do céu para lhe dar vida, e esta em abundância. Somente satisfeito você poderá viver para o Senhor e encontrar seu prazer Nele.

Tenha um bom dia!

Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.