2 min leitura

Deus desperta Seu povo!

Dá-me um coração forte para carregar meus próprios fardos. Dá-me um coração disposto a carregar o fardo dos outros. Dá-me um coração de fé para lançar todos os fardos sobre Ti, ó Senhor.

(John Baillie)

Que ninguém pense em matar o pecado com poucos, frouxos ou gentis golpes. Aquele que tenha golpeado uma serpente, se não continuar golpeando-a até que esteja morta, poderá arrepender-se de ter começado o confronto. E assim será com aquele que se compromete a lidar com o pecado, mas não o persegue com constância até a morte.

(John Owen)

O vale da sombra da morte não guarda trevas para o filho de Deus. Deve haver luz, senão não pode haver sombra. Jesus é a luz. Ele venceu a morte.

(Dwight L. Moody)

Faze-me ouvir a Tua benignidade pela manhã,
pois em Ti confio;
faze-me saber o caminho que devo seguir,
porque a Ti elevo a minha alma.
Livra-me, ó Senhor, dos meus inimigos;
fujo para Ti, para me esconder.
Ensina-me a fazer a Tua vontade,
pois és o meu Deus.
O Teu Espírito é bom;
guie-me por terra plana.
Vivifica-me, ó Senhor,
por amor do Teu nome;
por amor da Tua justiça,
tira a minha alma da angústia.

(Sl 143.8-11)

Que é santidade? Bem, não conheço melhor definição do que esta: “Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento” (Mc 12.30). Isso é santidade.

(Martin Lloyd-Jones)

O pecado o levará mais longe do que você deseja, prenderá você por mais tempo do que deseja ficar e custará mais do que você deseja pagar.

(Autor desconhecido)

Conhecer a Deus é mais do que saber sobre Ele; é uma questão de ocupar-se com Ele conforme Ele se abre para você, e é ser tratado por Ele quando Ele toma conhecimento de você. Saber sobre Ele é uma pré-condição necessária para confiar Nele, mas a amplitude de nosso conhecimento sobre Ele não é um indicador da profundidade de nosso conhecimento Dele.

(James I. Packer)

Traduzido por Francisco Nunes. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.