2 min leitura

A pessoa ímpia teme o homem, não a Deus.
O cristão forte teme a Deus, não o homem.
O cristão fraco teme demais o homem e muito pouco a Deus.

(John Flavel)

Deus não pode mudar para melhor, pois Ele já é perfeito. E, sendo perfeito, Ele não pode mudar para pior.

(Arthur Pink)

Não há consolo, a não ser no seio de Cristo.
Não há segurança, a não ser ao lado de Cristo.
Não há força, a não ser no braço de Cristo.
Não há santidade, a não ser nos passos de Cristo.

(George Everard)

(Comentário sobre Elias e o ribeiro de Querite)

A educação de nossa fé é incompleta se não aprendemos que há uma providência de perder, um ministério de fracassar e de coisas se desvanecerem, um dom de vazio. As inseguranças materiais da vida contribuem para o estabelecimento espiritual dela. […] De uma maneira ou de outra, teremos de aprender a diferença entre confiar na dádiva e confiar no Doador. A dádiva pode ser boa por um tempo, mas o Doador é o Amor Eterno. […] As palavras duras de Deus nunca são Suas últimas palavras. A aflição, o desperdício e as lágrimas da vida pertencem ao interlúdio e não ao final. […] Sempre que em sua vida e na minha, alguma fonte de recursos terrestres e externos secou, ​​foi para que aprendêssemos que nossa esperança e nossa ajuda estão em Deus, que criou o Céu e a Terra.

(F. B. Meyer)

Ensina-me, Senhor,
o Teu caminho,
e andarei
na Tua verdade;
une o meu coração ao temor
do Teu nome.

(Sl 86.11)

Nosso Senhor tem muitos filhos fracos em Sua família, muitos alunos morosos em Sua escola, muitos soldados inexperientes em Seu exército, muitas ovelhas coxas em Seu rebanho. No entanto, Ele carrega todos eles e não lança fora nenhum deles. Feliz é aquele cristão que aprendeu a fazer o mesmo com seus irmãos.

(J. C. Ryle)

A única preocupação do diabo é impedir que os cristãos orem. Ele não tem medo de estudos sem oração, trabalho sem oração e religião sem oração. Ele ri de nosso trabalho, zomba de nossa sabedoria, mas treme quando oramos.

(Samuel Chadwick)

Traduzido por Francisco Nunes. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.