1 min leitura

Para que uma obra seja considerada boa, ela deve não apenas se conformar externamente à lei de Deus, mas deve ser motivada interiormente por um amor sincero a Deus.

(R. C. Sproul)

No inferno é assim: os que estão lá querem morrer, mas não conseguem. Os ímpios estarão sempre morrendo, mas sem conseguir; a fumaça que vem da fornalha sufoca por toda a eternidade. Oh! Quem consegue agüentar uma tortura eterna? A palavra “eterna” quebranta o coração. Ó ímpio, não considere um culto muito demorado, nem considere que uma oração seja demorada demais. Mas pense em como será demorado ficar no inferno por toda a eternidade!

(Thomas Watson)

Se fosse possível a mim alterar qualquer parte do plano de Deus, eu só poderia estragá-lo.

(John Newton)

Deus não é igual a nada que conhecemos.

(David de Bruyn)

‘Filhos de Deus!’, favor inaudito!
Deus nos amou em grau infinito!

(Hinário cristão, 266)

Seja mais diligente do que nunca a fim de vencer o amor excessivo ao mundo.

(Richard Baxter)

A Igreja costumava ser um barco salva-vidas resgatando os que pereciam. Agora ela é um navio de cruzeiro recrutando os promissores.

(Leonard Ravenhill)

A oração é o sangue da alma.

(George Herbert)

Esaú lamentou ter perdido a bênção, não a ter vendido.

(William Gurnall)

Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.