2 min leitura


Talvez o maior problema da maior parte dos filhos de Deus seja manter a linha de separação entre aquilo que são neles mesmos e aquilo que Cristo é neles.

A grande frente de ataque do inimigo é trazer o que somos continuamente à tona e nos ocupar com isso, obscurecendo assim a Cristo. O grande objetivo do Espírito Santo em Sua oposição a Satanás é trazer Cristo à vista e ocupar-nos com Ele para obscurecer a nós mesmos. É aí que se levanta a grande dificuldade para a maioria dos filhos do Senhor. Existe sempre essa investida para nos manter ocupados com nós mesmos e com aquilo que somos, a fim de nos manter longe de estarmos ocupados com Cristo e com o que Ele é; de forma a abrir uma brecha, um abismo, uma separação e ter-se a linha limítrofe removida para que então haja confusão. Deus começa com o Primogênito. Isso implica algo completamente diferente daquilo que somos, e é importante ver o que Deus diz e como Deus vê aqueles que são apresentados como estando em Cristo e em quem Cristo está […].

Quando Cristo está em nós, Deus nos vê por intermédio de Cristo. Oh, que reconheçamos isto: que, quando Cristo está em nós, há a corporificação do pensamento de Deus, e Ele é capaz de dizer isso de nós. Seu lidar conosco relaciona-se a Cristo que agora está em nós pelo Espírito Santo, e em Quem estamos. O fato do Primogênito estar invariavelmente ligado à morte e à ressurreição é a maneira de Deus dizer que aquilo que somos em nós mesmos por natureza está enterrado, de Seu ponto de vista, e é Seu Filho somente que propicia o lugar onde estamos como o Ressurreto, o Único que vive diante Dele. Tudo mais está morto e enterrado à vista de Deus, e Deus espera que tomemos essa atitude. Lembremos que estamos mortos e enterrados.


(Traduzido por Tathyane Faoth. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria, tradução, revisão e fonte e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo.)

Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.