2 min leitura

Louvar a Deus é um dos atos mais elevados e mais puros da religião. Na oração, agimos como homens; em louvor, agimos como anjos.

(Thomas Watson)

Uma vida gasta no serviço de Deus e em comunhão com Ele é a mais agradável vida que qualquer um pode ter neste mundo.

(Matthew Henry)

“Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim não é digno de Mim; e quem o filho ou a filha mais do que a Mim não é digno de Mim” (Mt 10.37).
Se Jesus não é amado acima de tudo, Ele não é sinceramente amado. […] Você pode amar seus amigos e seus prazeres e os confortos de sua vida, mas deve amar a Cristo acima de tudo. O amor a essas coisas deve ser tragado pelo amor a Cristo e ser subordinado a ele. Um homem que não ama a Cristo mais que ao pecado, e mais que a prazeres e a lucros não tem amor sincero a Cristo nem é salvo por Ele. […] Um verdadeiro discípulo de Cristo precisa e deve amar todas as coisas menos do que ama a Cristo, e amar a Cristo com graus predominantes de amor. O verdadeiro amor por Cristo no coração faz com que ele se incline mais a Cristo, mais do que a todas as outras coisas!
“A graça seja com todos os que amam a nosso Senhor, Jesus Cristo, em sinceridade” (Efésios 6.24).

(Thomas Doolittle)

Este [Jesus],
porque permanece eternamente,
tem um sacerdócio perpétuo.
Portanto,
também pode salvar perfeitamente
os que por Ele
se achegam a Deus,
vivendo sempre
para interceder por eles.

(Hb 7.24,25)

Cristo é a chave que abre as portas de ouro no templo da Verdade divina!

(A.W. Pink)

Ó Senhor, perdoa o que fui, santifica o que sou e ordena o que devo ser.

(Thomas Wilson)

Quase nunca há um completo silêncio na alma. Deus está sussurrando a nós quase incessantemente. Sempre que os sons do mundo desaparecem na alma, ou arrefecem, ouvimos os sussurros de Deus. Ele está sempre sussurrando a nós, só que não ouvimos, por causa do barulho, da pressa e da distração que a vida provoca enquanto passa com pressa.

(F. W. Faber)

Traduzido por Francisco Nunes. Revisado por Francisco Nunes. Este artigo pode ser distribuído e usado livremente, desde que não haja alteração no texto, sejam mantidas as informações de autoria e de tradução e seja exclusivamente para uso gratuito. Preferencialmente, não o copie em seu sítio ou blog, mas coloque lá um link que aponte para o artigo. Ao compartilhar nossos artigos e/ou imagens, por favor, não os altere.
Campos de Boaz: colheita do que Cristo, o Boaz celestial, espalhou em Seus campos é um projeto cristão voluntário sob responsabilidade de Francisco Nunes.
Licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.