Posts tagged "orgulho"

Gotas de orvalho (89)

É extremamente importante a maneira que uma pessoa se porta em casa. Não se deve ser um santo lá fora e um demônio em casa! Existem alguns desse tipo. Eles são extremamente meigos na reunião de oração, mas são terrivelmente amargos com a esposa e com os filhos. Isso não pode ser assim! Todo crente...
Gotas de orvalho (84)

Gotas de orvalho (84)

O que é o evangelho em si mesmo além de uma temperança misericordiosa, na qual a obediência de Cristo é estimada como nossa, e nossos pecados são lançados sobre Ele, em que Deus, sendo juiz, se torna nosso Pai, perdoando nossos pecados e aceitando nossa obediência, ainda que fraca e defeituosa? Somos agora trazidos ao...

Gotas de orvalho (77)

Não há nada mais poderoso que a oração perseverante, como a de Abraão pleiteando por Sodoma; como Jacó lutando no silêncio da noite; como Moisés permanecendo na brecha; como Ana, embriagada de tristeza; como Davi, com o coração quebrantado pelo arrependimento e pela dor; como Jesus suando sangue. Acrescente a essa relação, a partir dos...
Gotas de orvalho (66)

Gotas de orvalho (66)

O pequeno valor que damos a nossa oração torna-se evidente pelo tempo que dedicamos a ela. (E. M. Bounds) Orações frias sempre se congelam antes de alcançar o céu. (Thomas Brooks) O segredo de uma vida pura é ter pensamentos puros. (John Stott) A pobreza e a aflição roubam o combustível que alimenta o orgulho....
Gotas de orvalho (59)

Gotas de orvalho (59)

A oração é um instrumento poderoso, não para fazer com que a vontade do homem seja feita no céu, mas para fazer com que a vontade de Deus seja feita na terra. (Robert Law) A vida do cristão não deve ser nada mais do que uma representação visível de Cristo. (Thomas Brooks) Se Satanás ousou...
A vida que é Cristo

A vida que é Cristo

  O trecho escolhido começa com eu [subentendido]. Existem dois grandes eus nas Escrituras, os quais são exatamente opostos. Um é o eu daquele querubim: é a primeira vez que a palavra eu foi usada no universo de Deus e foi quando o rebelde a pronunciou. O outro eu é o de nosso Senhor, o...
Gotas de orvalho (58)

Gotas de orvalho (58)

A razão pela qual muitos cristãos não experimentam o poder do Espírito é que lhes falta reverência para com Ele. E falta-lhes reverência porque os olhos deles não foram abertos para o solene fato da presença divina habitando em nós. O fato é incontestável, porém eles ainda não se deram conta disso. Por que alguns...
Gotas de orvalho (57)

Gotas de orvalho (57)

Nosso orgulho sente desgosto por nossas falhas, e muitas vezes confundimos esse desgosto com o verdadeiro arrependimento. (François Fenelon) O pecado deve ser ocasião para grande tristeza, quando não há tristeza em pecar. (John Owen) A fé não elimina as dúvidas. Mas a fé sabe para onde levá-las. (Elisabeth Elliot) Será que nos encontramos num...
Gotas de Orvalho (35)

Gotas de Orvalho (35)

Nada fecha a boca, cerra os lábios e amarra a língua como a pobreza de nossa própria experiência espiritual. Não damos testemunho pela simples razão de que não temos testemunho a dar. (John R. W. Stott) Nenhuma de nossas experiências, sob a mão de Deus, é acidental e sem propósito. As situações não surgem em...
Gotas de orvalho (28)

Gotas de orvalho (28)

Torne sua vida uma constante comunhão com Deus. O aroma dEle não permanece por muito tempo em uma pessoa que não se demora em Sua presença. (John Piper) Naquilo que é essencial, unidade; naquilo que é duvidoso, liberdade; e em todas as coisas, caridade. (Agostinho) Precisamos suplicar de forma específica que Ele graciosamente unja nossos...
Gotas de orvalho (22)

Gotas de orvalho (22)

Antes que Ele forneça o abundante suprimento, primeiro devemos ser feitos conscientes de nosso vazio. Antes que Ele nos dê força, devemos sentir nossa fraqueza. Devagar, dolorosamente devagar, vamos aprender essa lição; e mais devagar ainda reconhecer nossa insignificância e tomar o lugar de impotência diante do Poderoso. (A. W. Pink) A salvação é simples,...
Compra a verdade e não a vendas

Compra a verdade e não a vendas

“Que é a verdade?” (Jo 18.38). Pilatos, com a consciência intranqüila, tendo feito essa pergunta a Jesus e sem esperar pela resposta, saiu para tentar desviar o povo de suas intenções homicidas. Todos estavam sob o poder de Satanás, pai da mentira e homicida desde o princípio (8.44). Pouco depois, o povo gritou: “Crucifica-o! Crucifica-o!”...