Categorias
Citações Gotas de orvalho Grãos de cevada Vários

Grãos de cevada (37)

A verdadeira simplicidade, que é a honra e a força do crente, é o efeito de uma percepção espiritual das verdades do evangelho.

(John Newton)

A igreja apostólica [primitiva] pensava mais na Segunda Vinda de Jesus Cristo do que na morte e no céu. Os primeiros cristãos procuravam não uma fenda no chão chamada sepultura, mas uma fendidura no céu chamada Glória.

(Alexander MacLaren)

É bom deixar que a oração seja a primeira tarefa da manhã e a última da noite.

(Martinho Lutero)

Rogo a Deus que nenhum de nós ceda à estreiteza de espírito, mas olhe para Jesus em busca de poder sobre o ego em todas as suas formas.

(George Whitefield)

O amor tira o tédio do dever.

(Thomas Watson)

A obra de um verdadeiro convertido não está concluída. Ele encontra uma grande obra para fazer e grandes desejos a serem supridos. Ele ainda se vê como uma criatura pobre, vazia e indefesa, que ainda necessita grande e continuamente da ajuda de Deus. Ele sabe muito bem que sem Deus nada pode fazer. Após uma conversão verdadeira, a alma toma cada vez mais consciência de sua própria impotência e de seu vazio. Ainda está consciente da sua dependência universal de Deus para tudo.

(Jonathan Edwards)

Não se glorie na sua própria fé, nos seus próprios sentimentos, no seu próprio conhecimento ou na sua própria diligência. Glorie-se em nada além de Cristo.

(J. C. Ryle)

Aqueles que têm problemas com a Bíblia quase sempre não conhecem a Bíblia.

(Ray Comfort)

Categorias
Citações Gotas de orvalho Grãos de cevada Vários

Grãos de cevada (18)

A igreja está em dívida com prisões por causa de muitos escritos excelentes.

(Matthew Henry)

O conhecimento de ter sido o instrumento para arrancar um único tição do fogo eterno proporcionará [ao pregador] uma satisfação mais real do que a certeza de ter realizado os mais elevados objetivos da ambição literária.

(John Angell James)

Uma recepção da verdade apenas como opinião é diferente de receber a verdade salvificamente. Muitos são ortodoxos, ou têm tanto julgamento e conhecimento que defendem estritamente a verdade, mas o coração não está possuído pela vida e pelo poder dela.

(Thomas Manton)

Todo cristão pode saber que o dia da sua morte será o melhor dia de sua vida.

(Derek Thomas)

Quando não consigo ler, quando não consigo pensar, quando não consigo nem orar, posso confiar.

(Hudson Taylor)

Todo homem é tão santo quanto realmente deseja ser.

(A. W. Tozer)

Se as pessoas lessem mais a Bíblia e estudassem o que há nela sobre o céu, não teriam a mente tão mundana como têm. Elas não teriam o coração voltado para as coisas daqui, mas buscariam as coisas imperecíveis do alto.

(D. L. Moody)

Categorias
Citações Gotas de orvalho Vários

Gotas de orvalho (403)

Jesus ressuscitou. Ele não está a dois mil anos de distância. Ele está aqui, e você pode invocá-Lo e descobrir que Ele é um Salvador, um Amigo e um Rei.

(Alistair Begg)

Quando todos morrermos, fará alguma diferença a qual partido político pertencemos? Importará se fomos ricos ou pobres, instruídos ou não? Há apenas uma distinção fundamental: se pertencemos ao mundo ou a Cristo.

(Martyn Lloyd-Jones)

Tão completamente estava o Filho de Deus decidido a salvar os pecadores pelo sacrifício de Si mesmo, que criou o madeiro sobre o qual havia de morrer e sustentou desde a infância os homens que O pregariam no maldito madeiro.

(Otávio Winslow)

A vida de Cristo foi uma guerra aqui na terra, e a vida dos cristãos tem de ser uma guerra também.

(William Perkins)

Aquele que compreende o mal do próprio coração é o único crente útil, frutífero e sólido.

(John Owen)

Nunca torne a porta da salvação mais estreita do que Jesus a fez. Ele convida todos os pecadores.

(Dustin W. Benge)

Esteja muito em oração secreta. Converse menos com o homem e mais com Deus.

(George Whitefield)

Não há pecado pequeno, pois não há um pequeno Deus contra o qual se peca.

(Thomas Brooks)

Categorias
Sem categoria

Gotas de orvalho (400)

Existem poucas coisas tão aborrecidas quanto ser religioso, mas não há nada tão emocionante quanto ser cristão!

(Ian Thomas)

O segredo da oração é a oração em segredo.

(Leonard Ravenhill)

Aquele que tem pensamentos levianos sobre o pecado nunca teve pensamentos grandes sobre Deus.

(John Owen)

Cristo aboliu a morte; Ele destruiu aquele que tinha o poder da morte; Ele foi a destruição da sepultura; Ele acabou com o pecado e pôs um fim nele… Ele venceu a maldição da lei, pregando-a em Sua cruz.

(John Bunyan)

Minha confiança no futuro repousa na confiança em que Deus é quem controla a história.

(R. C. Sproul)

A pessoa religiosa que nunca experimentou a graça salvadora de Deus é a pessoa mais hostil ao evangelho.

(Sinclair Ferguson)

Nada, incluindo o sofrimento humano, acontece por acaso.

(João Calvino)

Todo o assunto do poder espiritual é muito importante. Muitos cristãos se encontram envolvidos em um esforço contínuo para viver de acordo com o que sabem ser o padrão de Deus. Para eles, o cristianismo é um modo de vida composto de vários regulamentos e regras. Eles sabem o que devem ser e o que não devem ser e, portanto, lutam para atingir esse nível de vida. A consciência deles desempenha um grande papel nesse esforço constante, e, por isso, sofrem muitos medos e falham em experimentar as alegrias prometidas. A vida para eles se tornou um trabalho árduo, repleto de muitas decepções e muitos fracassos. Eles podem, de tempos em tempos, ter uma sensação de realização e êxito, com muita alegria disso resultante, mas, vindo as emoções flutuantes da alma, as coisas parecem desmoronar e dar errado. É por isso que as pessoas acham a vida cristã pesada; elas desejam conhecer a verdadeira de verdade, a verdadeira libertação e a alegria do Senhor, enquanto experimentam os altos e baixos de uma luta constante. A vida cristã descrita no Novo Testamento parece tão diferente de sua experiência real que o Diabo nunca demora a atacar com sugestões de que uma vida de vitória constante é totalmente impossível, de modo que todas as esperanças delas são apenas sonhos irreais. Satanás quer que o povo de Deus perca a esperança de conhecer o poder de Deus. Mas há uma vida totalmente diferente, diferente porque se baseia na entrada em algo já consumado em Cristo – não em algo a ser alcançado, mas sim em algo que já foi realizado. Não é um padrão a ser cumprido, mas uma Pessoa com quem se deve viver. É impossível medir a vasta diferença entre esses dois tipos de vida. A primeira é de auto-esforço e derrota, enquanto a outra consiste em desfrutar da realidade de Cristo, o poder de Deus.

(T. Austin-Sparks)

Categorias
Citações Gotas de orvalho Vários

Gotas de orvalho (265)

A morte, que destrói toda a glória do mundo e iguala o rico e o pobre, é a porta comum tanto para o céu quanto para o inferno.

(Richard Baxter)

Fé é uma graça inteligente. Embora possa haver conhecimento sem fé, não há fé sem conhecimento.

(Thomas Watson)

Estou apreensivo de que estejamos muito amoldados ao mundo para que o mundo nos odeie.

(Charles Spurgeon)

A falta de oração claramente demonstra a crença em nossa própria auto-suficiência.

(Tony Merida)

Desespero é quando você enfrenta os problemas desse mundo e se esquece do que Deus prometeu.

(Josh Bales)

Pessoas que não estão interessadas no viver santo evitarão serem expostas à sã doutrina.

(John MacArthur)

Oração é um reconhecimento de que nossa necessidade da ajuda de Deus não é parcial, mas total.

(Alistair Begg)

Lembra-te […] de onde caíste e arrepende-te. […]
Lembra-te […] do que tens recebido e ouvido,
e guarda-o e arrepende-te. […]
Eu [o Senhor Jesus Cristo] repreendo e castigo
a todos quantos amo.
Sê, pois, zeloso e arrepende-te.

(Ap 2.5; 3.3,19)

Categorias
Citações Gotas de orvalho Vários

Gotas de Orvalho (147)

Orvalho do céu para os que buscam o Senhor!

Muitas vezes, oramos ou entoamos hinos pedindo a Deus que nos torne uma inspiração para outros. Queremos instintivamente ser um vaso de bênçãos para outras vidas. Mas a verdade é que assim como a água só pode jorrar para dentro de um canal ou vale, assim também, na vida cristã, a vida de Deus só pode fluir em bênçãos através de vales que tenham sido abertos e cavados em nossa vida pelas experiências mais difíceis.

(Phillip Keller)

Não devemos imaginar que realmente adquirimos algo simplesmente por ouvir uma mensagem. Deus terá de criar circunstâncias tais que vocês verdadeiramente sentirão a necessidade da palavra que ouviram, de maneira a testar se aceitaram realmente ou superficialmente a palavra. Deus tem de arquitetar uma circunstância para revelar-lhes que nenhum preceito da Escritura pode ser adquirido sem pagar-se um preço.

(Watchman Nee)

Uma montanha é imóvel, permanece eternamente; dá a impressão, portanto, de estabilidade e firmeza. Há força em tal estabilidade. Aquele, portanto, que confia no Senhor é como o monte Sião; é irremovível, firme e estável como o monte de Deus.

(Stephen Kaung)

Depois de ver a Jesus, meu maior ganho conto como perda.

(Isaac Watts)

Pense com frequência na brevidade de sua vida e na certeza da morte. Prefira uma vida virtuosa a uma vida longa.

(Lewis Bayly)

Devemos trazer sempre isto à mente: que aquilo que começa em autoconfiança termina em vergonha.

(Richard Sibbes)

Você vive perto deles, encontra-os nas ruas, trabalha com eles, viaja com eles, senta-se e fala com eles, e não lhes diz nada sobre a alma deles ou a vida por vir? Se a casa deles estivesse em chamas, você iria correndo ajudá-los; e você não vai ajudá-los quando a alma deles está quase no fogo do inferno?

(Richard Baxter)

Categorias
Conselho aos pais Consolo Cristo Cruz Família Hinos & Poesia Indicações de sexta J. C. Ryle Salvação Santidade Soberania Sofrimento Vida cristã Watchman Nee

Indicações de sexta (15)

A Bíblia é nossa regra de fé e de prática!

 

Toda sexta-feira, uma pequena lista de artigos cuja leitura recomendamos. Além disso, indicaremos também uma mensagem e um hino para serem ouvidos. Nosso desejo é que lhe sejam úteis para aprofundar seu conhecimento do Senhor, para capacitar você a servi-Lo melhor e para despertar em você mais amor por Ele.
É sempre importante relembrar o que dizemos em Sobre este lugar: as indicações a um autor ou a alguma fonte não implica aprovação total ou incondicional de tudo o que é ali ensinado nem indicado em outros links ou em vídeos relacionados, etc; indica, outrossim, que naquele artigo específico há conteúdo bíblico a ser apreciado.

Artigos que merecem ser lidos

  1. Se você soubesse que morreria hoje, o que escreveria para seu filho? Leia Carta de uma mãe mártir.
  2. Qualquer tipo de fé é válida? Qualquer fé salva? Leia o que pensa J. C. Ryle sobre o assunto em Tipos inúteis de fé.
  3. Não olhe para os sofrimentos, mas Considere quais mãos enviaram isso a você!
  4. A vida em um plano mais alto é uma exigência, de Watchman Nee.

Mensagem que merece ser ouvida

A vulnerabilidade dos meninos em tempos pós-modernos, por Jader Borges

Hino que merece ser ouvido

Rude cruz

Letra e música de George Bennard (4.2.1873 – 10.10.1958)

Letra original

Old rugged cross
1. On a hill far away stood an old rugged cross,
the emblem of suffering and shame;
and I love that old cross where the Dearest and Best
for a world of lost sinners was slain.

So I’ll cherish the old rugged cross,
till my trophies at last I lay down;
I will cling to the old rugged cross,
and exchange it some day for a crown.

2. O that old rugged cross, so despised by the world,
has a wondrous attraction for me;
for the dear Lamb of God left His glory above
to bear it to dark Calvary.

3. In that old rugged cross, stained with blood so divine,
a wondrous beauty I see,
for ‘twas on that old cross Jesus suffered and died,
to pardon and sanctify me.

4. To that old rugged cross I will ever be true,
its shame and reproach gladly bear;
then He’ll call me some day to my home far away,
where His glory forever I’ll share.

Tradução

Velha e áspera (rude) cruz

1. Em uma colina distante estava uma velha e rude cruz,
o emblema de sofrimento e vergonha;
e eu amo aquela velha cruz, onde o mais Querido e Melhor
por um mundo de pecadores perdidos foi morto.

Então, eu vou valorizar a velha e rude cruz,
até que meus trunfos, por fim, eu abandonarei;
eu vou me apegar à velha e rude cruz
e trocá-la, algum dia, por uma coroa.

2. Oh! Aquela antiga e rude cruz, tão desprezada pelo mundo,
tem uma atração maravilhosa para mim,
pos o querido Cordeiro de Deus deixou Sua glória lá acima
para levá-la ao Calvário de trevas.

3. Naquela antiga e rude cruz, manchada com o sangue divino,
uma beleza maravilhosa eu vejo,
pois naquela antiga cruz Jesus sofreu e morreu
para me perdoar e me santificar.

4. Daquela velha e rude cruz eu sempre irei, de fato,
sua vergonha e opróbrio de bom grado carregar;
por fim, Ele vai me chamar algum dia para meu lar distante,
onde Sua glória para sempre vou compartilhar.

Versão em português

Rude cruz
1. Rude cruz se erigiu, dela o dia fugiu,
Como emblema de vergonha e dor;
Mas contemplo esta cruz, porque nela Jesus
Deu a vida por mim, pecador.

Sim, eu amo a mensagem da cruz:
Té morrer eu a vou proclamar.
Levarei eu também minha cruz,
Té por uma coroa trocar.

2. Desde a glória dos céus, o cordeiro de Deus,
Ao calvário humilhante baixou;
Essa cruz tem pra mim atrativos sem fim,
Porque nela Jesus me salvou.

3. Nesta cruz padeceu e por mim já morreu
Meu Jesus, para dar-me o perdão;
E eu me alegro na cruz, dela vem graça e luz
Pra minha santificação

4. E eu aqui com Jesus, a vergonha da cruz
Quero sempre levar e sofrer;
Cristo vem me buscar, e com Ele, no lar,
Uma parte da glória hei de ter.

História

George Bennard nasceu no estado de Ohio (EUA). Na juventude, desejou se tornar evangelista, mas teve de apoiar a mãe e as irmãs quando seu pai morreu subitamente.

Depois de sua conversão em uma reunião do Exército de Salvação, ele e a esposa se tornaram líderes de brigada – um cargo de liderança nessa denominação que usa títulos militares – antes de deixar a organização para ligar-se à igreja metodista. Como evangelista metodista, Bennard escreveu a primeira estrofe de Rude cruz, em Albion, Michigan, no outono de 1912, como resposta à zombaria que tinha recebido em um encontro de avivamento. Depois, ele viajou para o estado de Wisconsin, onde realizou reuniões evangelísticas na Igreja dos Amigos de 29 de dezembro de 1912 a 12 de janeiro de 1913. Durante as reuniões, Bennard concluiu Rude cruz e, na última noite de reunião, apresentou-a diante de uma casa cheia, em dueto com acompanhamento de uma organista. Depois de pequenos aperfeiçoamentos na harmonia, a versão completa de letra e música foi, então, apresentada em 7 de junho de 1913, por um coro de cinco pessoas, em Pokagon, Michigan, na Igreja Episcopal Metodista da cidade.

Ele escreveu quatro hinários.

Mais tarde, Bennard serviu como evangelista nos Estados Unidos e no Canadá. Ele passou os últimos anos de vida em Reed City, Michigan. O Old Rugged Cross Historical Museum, nessa cidade, comemora sua obra. A Câmara de Comércio erigiu uma cruz próximo à casa de Bennard, em sua homenagem.

Publicada em 1915, a canção foi popularizada durante as campanhas evangelísticas de Billy Sunday. Foi gravada pela primeira vez em 1921 por Virginia Asher. Ela se tornou um dos hinos mais admirados por cristãos e não-cristãos, tendo sido gravada pelos mais importantes artistas do século 20.

Rude cruz usa uma forma popular de canção sentimental e fala da experiência cristã do escritor, em vez de sua adoração a Deus.

Categorias
A. W. Pink Andrew Murray Apologética Bíblia Biografia Conselho aos pais Cristo Deus Disciplina Encorajamento Estudo bíblico Família Hinos & Poesia Indicações de sexta João Calvino Martin Lloyd-Jones Profecias Segunda vinda Vida cristã

indicações de sexta (5)

Confronte todas as coisas com a verdade da Bíblia

 

Toda sexta-feira, uma pequena lista de artigos cuja leitura recomendamos. Além disso, indicaremos também uma mensagem e um hino para serem ouvidos. Nosso desejo é que lhe sejam úteis para aprofundar seu conhecimento do Senhor, para capacitar você a servi-Lo e para despertar em você mais amor por Ele.
É importante relembrar o que dizemos em Sobre este lugar: a menção a um autor ou a alguma fonte não implica aprovação total ou incondicional de tudo o que é ali ensinado nem indicado em outros links ou em vídeos relacionados, etc; indica, outrossim, que naquele artigo específico há conteúdo bíblico a ser apreciado.

Artigos que merecem ser lidos

  1. Comentário de João Calvino sobre Romanos 3.23-26
  2. O culto familiar, de A. W. Pink
  3. Biografia de Andrew Murray
  4. A atitude do cristão em relação à volta do Senhor, de Ruth Paxon
  5. Falsas doutrinas sobre a Bíblia (2), de Wilson Porte. Denúncia clara e bíblica de modismos “espirituais” que são contrários à Bíblia. Leia também a parte 1.

Mensagem que merece ser ouvida

Duas formas de morrer, por Martin Lloyd-Jones

Hino que merece ser ouvido

Jesus paid it all

(letra de Elvina M. Hall [1865], música de John T. Grape [1868]. Baseado em Is 1.18; 1Pd 1.18,19; Ap 1.5,6)

Letra original

I hear the Savior say,
“Thy strength indeed is small;
Child of weakness, watch and pray,
Find in Me thine all in all.”

Refrain:
Jesus paid it all,
All to Him I owe;
Sin had left a crimson stain,
He washed it white as snow.

For nothing good have I
Whereby Thy grace to claim;
I’ll wash my garments white
In the blood of Calv’ry’s Lamb.

And now complete in Him,
My robe, His righteousness,
Close sheltered ’neath His side,
I am divinely blest.

Lord, now indeed I find
Thy pow’r, and Thine alone,
Can change the *leper’s spots [*leopard’s]
And melt the heart of stone.

When from my dying bed
My ransomed soul shall rise,
“Jesus died my soul to save,”
Shall rend the vaulted skies.

And when before the throne
I stand in Him complete,
I’ll lay my trophies down,
All down at Jesus’ feet.

Aqui está uma história real relacionada a essa canção:

Na noite de Ano Novo de 1886, alguns missionários estavam mantendo cultos ao ar livre, a fim de atrair os transeuntes a uma missão próxima, onde reuniões seriam realizadas mais tarde. “Tudo a Cristo eu devo” [outro nome pelo qual o hino é conhecido, por conta do verso All to Him I owe da estrofe. (N. do T.)] foi cantado, e, depois de ter dado uma breve palavra, um cavalheiro apressou-se para a missão. Ele logo ouviu passos atrás de si e uma jovem alcançou-o e lhe disse:

– Ouvi você pregar na reunião ao ar livre agora mesmo. Você acha, senhor, que Jesus poderia salvar uma pecadora como eu?

O cavalheiro respondeu que não havia nenhuma dúvida sobre isso, se ela estava ansiosa para ser salva. Ela lhe disse que era uma serviçal, e tinha deixado seu lugar de trabalho naquela manhã depois de um desentendimento com sua senhora. Enquanto ela vagava pelas ruas no escuro, imaginando onde poderia passar a noite, a doce melodia desse hino a havia atraído, e ela se aproximou e ouviu atentamente. Conforme os diferentes versos eram cantados, ela sentiu que as palavras certamente tinham relação com ela. Ao longo de todo o culto, ela parecia ouvir aquilo que sua alma oprimida tinha necessidade naquele momento. O Espírito de Deus lhe havia mostrado quão pobre criatura, pecadora e miserável ela era, e a levou a perguntar o que deveria fazer. Ao ouvir sua experiência, o cavalheiro a levou de volta para a missão e a deixou com as senhoras responsáveis. A jovem rebelde foi trazida a Cristo naquela noite. Um lugar para ela lhe foi dado na família de um ministro. Lá ela ficou doente e teve de ser levada para um hospital. Ela piorou rapidamente, e tornou-se evidente que ela não estaria por muito tempo mais na terra. Um dia, o cavalheiro que ela conhecera na noite de Ano Novo foi visitá-la na enfermaria. Depois de citar alguns versos adequados das Escrituras, ele repetiu o hino favorito dela: “Tudo a Cristo eu devo”, e ela parecia tomada com o pensamento de chegar à glória. Duas horas depois, ela dormiu no Senhor.

Sair da versão mobile